Consulta Processual: como consultar processos

Por João
0 Comente
Consulta-Processual

Conheça mais sobre Consulta Processual. As burocracias e formalidades que envolvem a justiça, processos e  legislação, são termos e definições que podem ser de difícil entendimento e  interpretação para a maioria dos indivíduos. 

São denominações que são  familiarizadas apenas para a classe de trabalhadores que está envolvida  diariamente, ou para indivíduos que se interessam sobre questões de justiça e  legislações. 

Mas, é possível conhecer, entender e se familiarizar com todas as  denominações e situações que envolvem um processo, e principalmente a  consulta processual.  

Toda pessoa, por mais legalmente correta que esteja, principalmente em  relação aos seus compromissos e responsabilidades burocráticas, em algum  momento da vida pode estar envolvida em uma situação que requer o  conhecimento de algumas denominações, algumas realidades dos processos e  fases que os mesmos estão inseridos. 

Seja por uma “confusão”, um erro  cometido, ou mesmo um processo que envolve terceiros. É comum que haja um  apoio do profissional de direito, mas, é válido possuir um conhecimento básico sobre o assunto.  

Na atualidade, com o auxílio e a acessibilidade da internet (presente na  vida da grande maioria da população, desde um celular até um computador de  alta geração), é cada vez mais fácil acessar a página oficial do processo judicial  (quando trata-se de uma Vara ou Juizado, ou seja, na 1ª instância) e realizar  uma simples consulta processual, no qual é possível acompanhar a situação do  processo de algum conhecido, familiar, amigo, ou o próprio caso. 

Além de  disponibilizar a atualização constante, garantindo uma maior segurança,  conhecimento ao indivíduo e preparação em relação às próximas etapas do  processo e afins.  

Consulta processo trabalhista 

Um dos processos mais comuns presentes em qualquer Vara ou Juizado,  é o processo trabalhista, em 2016 foram cerca de 3.9 milhões de processos.

O  processo trabalhista trata-se de uma ação judicial que provê a resolução de  conflitos que envolvem grupos da classe trabalhista, classe empresarial e outras  pessoas envolvidas, mais especificamente, situações que envolvem o  empregado, empregador e envolvidos. 

Podendo partir de qualquer uma das partes, referentes a qualquer motivo, ilegalidade ou “desordem” em relação aos  compromissos de alguma das partes.  

O processo trabalhista envolve advogados para ambas as partes, e é  comum e recomendável por qualquer profissional da área, que o advogado seja  um profissional do direito trabalhista, ou seja, um advogado trabalhista. 

Pois  além do mesmo possuir uma especialização maior que qualquer outro advogado  na área, o mesmo resultará em uma maior qualidade de serviço, e garante  maiores chances de obter o resultado favorável a quem solicita, a “vítima”. 

Considerado um processo com etapas estabelecidas com foco em cada  parte, o processo trabalhista envolve 5 etapas mais comuns. Sendo elas: petição  inicial, audiências, sentença, recursos e execução. 

E em todas as etapas, é  muito importante que os envolvidos no processo estejam cientes de todas as  atualizações e mudanças que envolvem o processo. Com isso, é importante que  os mesmos façam as suas consultas processuais.  

Para consultar o processo trabalhista, primeiramente é importante  descobrir o Tribunal Superior do Trabalho da região no qual reside os envolvidos  ou o próprio Juizado ou Vara.

Posteriormente, acessar o site oficial do Tribunal  Superior do Trabalho da região estabelecida no processo.

A partir daí, é possível acessar ao processo através do preenchimento de dados de algum dos  envolvidos, podendo ser através do nome completo, CPF, numeração do  processo, vara no qual está inserido e processo.  

Como consultar processos? 

Para consultar qualquer processo de forma digital, através de um  computador ou um smartphone próprio, é feito de maneira bem simples e  objetiva. 

Primeiramente, pesquise pelo Tribunal de Justiça referente ao estado  do envolvido, do que está presente no processo, ou mesmo do estado no qual o  Juizado ou Vara que está sendo realizado o processo.

Posteriormente, basta  realizar uma pesquisa por Tribunal de Justiça + o estado que está localizado  (Exemplo: Tribunal de Justiça de São Paulo).  

O site para ser realizada a consulta processual é o site oficial do Tribunal,  oficializado pelo estado federal. Com isso, basta procurar a aba de “Consulta” presente no menu principal. 

Posteriormente, a esse “tipo de pesquisa”, e escolha por qual informação pessoal do envolvido deseja realizar a pesquisa,  seja através do nome completo e CPF, ou pelo número do processo. 

Para um melhor destino na página corretamente, é melhor que a consulta processual seja  feita pelo número do processo, porém, escolha o que seja melhor para sua  pesquisa. Posteriormente, é possível consultar a situação do processo. Para  melhor interpretação, consulte-o com a ajuda do advogado envolvido.

Sugestões

Deixe um comentário