INSS: Benefícios para o trabalhador

Por João
0 Comente
INSS-Benefícios-para-o-trabalhador

Neste artigo você encontrará tudo o que precisa saber sobre os benefícios do INSS.

A grande maioria da população está inserida em um grupo que oferece a  prestação de seus conhecimentos, práticas e estudos teóricos para um  profissional ou empresa em troca de um valor monetário estabelecido em um  período, favorável para ambas as partes. 

Esse grupo é denominado de  proletariado, oferecendo seus serviços por um valor que é definido por tempo  versus os serviços que são prestados. 

Em um período posterior ao governo do ex-Presidente Getúlio Vargas,  algumas legislações e direitos do trabalhador foram criadas e estabelecidas na  Constituição no ano de 1943 em 1° de maio, atualmente como feriado do  trabalho. 

Foi denominada Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) ou das Leis  Trabalhistas, consolidando leis que visam melhorar a qualidade de vida do  trabalhador, melhorar a qualidade da performance do trabalhador, garantir um  tratamento humano ao trabalhador e consequentemente, melhorar os resultados  de seu trabalho. 

Posteriormente a ascensão dos direitos do trabalhador serem  estabelecidos, outros direitos e benefícios aos trabalhadores, e principalmente  para o grupo proletariado que já ofereceu seus serviços por um tempo  determinado, foi criado. 

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) foi criado no ano de 27 de junho de 1990, com base no Decreto nº 99.350 mediante a  fusão da Assistência Social (IAPAS) e do Instituto de Administração Financeira  da Previdência, com o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS).  

Do que trata-se o INSS? 

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), é uma autarquia direcionada  pelo Poder Executivo federal brasileiro, responsável por receber as contribuições  e gerar os benefícios referentes a aposentadoria, pensões de morte ou acidente, salários-maternidade, auxílio-reclusão e casos de doenças que impedem que o  indivíduo trabalhe e sustente suas necessidades básicas. 

Sua criação veio como uma forma de benefício que garante uma qualidade de vida básica para pessoas  que já prestaram tempo de serviço (ou investimento financeiro), a fim de ter um  apoio financeiro no futuro.

Atualmente o INSS possui cerca de mais de 40 milhões de contribuintes e beneficiários, que contribuem com tempo de trabalho ou de forma monetária,  a fim de usufruir do benefício posteriormente ou em um momento de extrema  necessidade. 

Possui uma rede de trabalho com cerca de 1.500 unidades de  atendimento, denominadas de Agências da Previdência Social (APS), presentes  em todos os estados da Federação, responsáveis por garantir o recebimento do  benefício ou organizar para que o proletário comece o “investimento”. 

Quem tem direito ao benefício do INSS? 

Para ser considerado um possível beneficiário do INSS, é necessário seguir algumas “regras” estabelecidas no cadastro. Para estar incluso no  benefício, primeiramente o indivíduo deve ser: 

  • Trabalhadores CLT;
  • Trabalhador doméstico;
  • Contribuintes Individuais;
  • Segurados Especiais;
  • Segurados Facultativos e Trabalhadores Avulsos.

Ou seja, qualquer um que contribui de alguma maneira com o INSS. 

Como agendar o INSS? 

Atualmente, com a modernidade e principalmente a facilidade que a  internet e os smartphones oferecem para o dia a dia, o agendamento para  realizar um atendimento para cadastro ou qualquer outro detalhe referente ao  INSS tornou-se mais prático e acessível em um clique. 

O agendamento pode ser  direto no site oficial (meu.inss.gov.br), ou direto no App (meu INSS,  disponibilizado no Play Store ou App Store), sendo opcional. 

Posteriormente, seguindo os “caminhos” da página, faça o login ou crie  um novo cadastro, para criar um cadastro é necessário fornecer informações  solicitadas pelo próprio portal. 

Com o cadastro realizado, para agendar uma perícia ou um atendimento, basta acessar a aba “agendar novo” e aguardar a  resposta. A resposta referente ao pedido estará disponível na aba “Resultado de requerimento / Benefício por incapacidade”. Com isso, basta comparecer ao local  e data marcados no agendamento. 

Uma outra maneira mais acessível para o agendamento de uma perícia  ou atendimento é através do contato pelo telefone, totalmente gratuito.

Através do número 135, o agendamento pode ser realizado pelo telefone, em um horário  comercial de segunda à sábado, das 7 horas até as 22. 

Como consultar o INSS?  

Assim como a forma de fazer o cadastro e agendamento pode ser feito  através do site oficial do portal do INSS, pelo aplicativo oficial do INSS ou pelo  telefone, a consulta de resultados, posicionamentos e situação atual do benefício  podem ser efetuadas através dessas mídias digitais. 

Basta acessar o site ou  aplicativo na aba “Acompanhar Pedido”. Ou de uma maneira mais simples,  através do atendimento do telefone número 135 de segunda à sábado, das 7  horas até as 22. 

Qual o site oficial da Previdência Social? 

O site oficial da Previdência Social é referente ao site que disponibiliza os  serviços do INSS. Atualmente os cadastros, consultas e atendimentos podem  ser realizados através do aplicativo oficial “Meu INSS” disponibilizado no Play Store ou App Store, ou do site oficial do INSS, denominado meu.inss.gov.br

Qual o valor do recolhimento do INSS de contribuinte facultativo em  2021? 

Para os contribuintes facultativos, o recolhimento estabelecido em uma  última atualização é de 5% sobre o salário mínimo, resultando a R$52,25.  Entretanto, é interessante sempre estar ciente das atualizações e no momento  de um novo cadastro para o benefício, fazer uma pesquisa referente aos valores  ou entrar em contato com um atendente através do telefone oficial da central do  INSS (135). 

Como consultar o INSS pelo CPF? 

Para consultar o INSS pelo CPF, o procedimento se assemelha ao acesso  no site ou no aplicativo oficial, o que irá diferenciar é que o cadastro deve ser  realizado a partir do CPF do beneficiário, para que posteriormente o acesso na  página seja a partir do CPF cadastrado e de uma senha definida pelo usuário.

Como saber quanto tempo já trabalhei e em quanto tempo irei me  aposentar? 

Para qualquer consulta do benefício do INSS, é possível ser realizada  através do site ou aplicativo oficial do governo. No site, é possível seguir um  caminho de abas para simular o tempo em que o trabalhador irá se aposentar.  

Siga as abas: “Serviços do INSS” – “Todos os serviços”, até acessar a opção “Simulação”, por fim, clique em “Calcular tempo de contribuição”. 

Com isso, o site  irá fornecer a simulação do tempo que falta para a aposentadoria e o tempo de  trabalho contribuído pelo trabalhador.

Sugestões

Deixe um comentário